julho 11, 2012

Nobreza

(...) O mais ignorante dos homens, entretanto, saberia que ninguém em seu perfeito juízo ousaria desonrar ou aborrecer a preciosa noiva do rei. E, consciente de seu valor, ela os recebia com um sorriso meigo, cheio de nobreza e compaixão. O amor do rei estava nela, e ela exalava o seu maravilhoso perfume quando, graciosamente, movia-se...