agosto 21, 2016

02.

Algumas ausências doem mais que o luto.
Algumas fronteiras são mais intransponíveis que outras.
Ser refém de uma saudade que já não se pode mais matar.
O coração em mil pedaços outra vez.